| Mapa do Site |

Tamanho do Texto: Grande / Normal / Pequeno |

 
             
  Home Aplicações   Tópicos Quentes   Regulações   Produtos & Serviços   Sobre Nós
 

Novo e-mail - vendas.eurotherm.br@schneider-electric.com

Telefone - +55 19 3112-5333

Você está aqui >> Home >> Aplicações >> Teste de deformação

Home

Aplicações

Teste de Deformação

Fornos à Vácuo

Sinterização

Forno teste de deformação

 

Para atingir as demandas de aplicações especificas, aços e ligas metálicas são produzidas em uma grande variedade de estruturas de materiais.

 

Para avaliar a conveniência de cada batelada individual de material para qualquer aplicação em particular, uma amostra deve sofrer uma série de testes destrutivos e não-destrutivos. O teste de deformação é um método de avaliação do material o que é amplamente usado nos seguintes mercados:

  • Aeroespacial e Automotivo

  • Ferro e Aço brutos

  • Artilharia

  • Desenvolvimento em geral

O Teste de Deformação é feito em uma amostra de liga metálica para determinar a estrutura do material e avaliar suas características de stress. Em termos simples, uma amostra é aquecida até uma temperatura estável entre 300°C e 1200°C, dependendo do material. Uma carga é aplicada à amostra para exercer uma força longitudinal na estrutura granular da liga. Esta amostra é mantida nesse estado pelo período de teste ou até que haja uma ruptura do componente. Durante o teste, os dados são continuamente monitorados e registrados para qualificar a estabilidade da temperatura, carga e extensão da amostra. É importante manter um controle rígido da temperatura por toda amostra com 0.2 graus centígrados, sendo típicos para a tolerância uniforme da amostra. Para atingir isso, os fornos devem ser empregados com dispositivos de controle altamente preciso com três zonas de aquecimento.

 

Testes podem acontecer por muitos meses e até anos, por isso, é importante que os sistemas de controle sejam criados para acomodar estratégias de falha de energia e de aborto, as quais permitem que os testes continuem depois de interrupções não planejadas.

 

Grandes laboratórios de deformação podem ter centenas de fornos executando testes simultâneos de amostras. Os resultados dos testes formam parte do audit trail de dados para eventuais componentes e para conveniência dos muitos usuários que dependem dos sistemas de controle com comunicação para proporcionar automação ao gerenciamento dos dados de processo:

  • Entradas de termopares isolados

  • Setpoint de fácil ajuste

  • Rotinas de falha e recuperação de energia

  • Estabilidade de processos no longo prazo

  • Medição de deformação e detecção de quebra de amostra

  • Soluções para comunicação digital e gerenciamento de dados

 

Em uma solução típica da Eurotherm com loop múltiplo, o loop mestre controla a temperatura no centro da amostra e tem dois loops escravos controlando as zonas alta e baixa. A fiação customizada é utilizada para assegurar que o setpoint de trabalho para o loop mestre também seja utilizado pelos loops escravos. A temperatura é medida por termopares anexados na amostra.  O controle de calor é na maioria das vezes medido através de um relé em estado sólido.

 

A deformação pode ser levada ao sistema de controle por entrada analógica de um transdutor ou através de uma comunicação mestre de outros dispositivos com comunicação digital.

 

O sistema de controle também pode acessar entradas e saídas digitais para detectar rupturas na amostra e para controlar e monitorar o nível de carga na viga.

 
 

©2008 Eurotherm | Informação Legal & Política de Privacidade | Powered by Eurotherm™ Brazil